terça-feira, 26 de março de 2013

Edgar Morin




Edgar Morin – Os setes saberes necessários à educação do futuro



São os setes “buracos negros” os quais na opinião dele muitas vezes esquecidos, ignorados na programação educativa em  setores primários, secundários e universitários. Programas que na opinião de Edgar Morin devem ser colocados no centro das preocupações em processo de formação.

1º Buraco negro: O CONHECIMENTO
Que envolve os erros e ilusões, segundos os fatos historicos de muitos anos atraz  podemos perceber o quanto continuamos errando, o conhecimento nada mais é que uma reconstrução de tudo que vemos.
“temos percepções, ou seja, reconstruções, traduções
da realidade. E toda tradução comporta o risco de erro”


2º Buraco negro: O CONHECIMENTO PERTINENTE
“O conhecimento que não mutila o seu objeto.”
As disciplinas foram e sempre vao ser fundamentais para o avanço do conhecimento e são insubstituíveis.
“O que existe
entre as disciplinas é invisível e as conexões entre elas também são invisíveis. Mas isto não
significa que seja necessário conhecer somente uma parte da realidade. É preciso ter uma
visão capaz de situar o conjunto. É necessário dizer que não é a quantidade de
informações, nem a sofisticação em Matemática que podem dar sozinhas um conhecimento
pertinente, mas sim a capacidade de colocar o conhecimento no contexto.”
Tem que existir uma contextualização entre historia e geografia pois como analisaríamos os acontecimentos se não soubermos melhor a região. Tem de haver uma capacidade de levar os dois lados como o espirito e fatos naturais. A ideia do conhecimento pertinente é algo bem amplo, é uma conclusão de que nada se caminha sozinho e sim um conjunto de informações que podem nos levar a ter uma contextualização sobre algo, uma critica uma ideia uma opinião.


3º Buraco negro: A IDENTIDADE HUMANA
A realidade humana é indecifrável, podemos ver algumas relações entre biológico em biologia,alguns aspectos em psicológicos em psicologia, mas nada chega perto de uma resposta exata sobre a verdadeira realidade humana : somos individeos de uma sociedade que faz parte de uma determinada espécie.
Fica até difícil falar da humanidade em si, a sociedade vive em várias situações e lados os quais as vezes só o outro lado que vê, por isso que a literatura é importante para os jovens pois é nela que poderíamos obter um relato verídico do invisível ao nossos olhos, das compreensões mal interpretadas.

4º Buraco negro: A COMPREENÇÃO HUMANA
A compreensão nunca vai existir se você não analisar e saber compreender seus vizinhos, parentes e principalmente nossos pais.
Compreender significa colocar junto todos os elementos da explicação.
Por exemplo você nunca vai saber o porque sai lagrima colocando lagrima no microscópio, você só vai saber o verdadeiro significado dela se você souber enxergar a dor o motivo dela, se você ir além da visão mas sim da emoção. A verdadeira comunicação humana é saber sofrer junto e sim você saberá compreender a compaixão e saber exatamente o motivo de um sorriso de uma lagrima de um susto em fim nas infinitas reações sentimentais.
Coisas que causam incompreensão: Individualismo, egocentrismo, egoísmo, rejeição ao próximo em fim, uma coisa leva a outra que traz raiva e outros empecilhos da compreensão, a falta de contextualização humana, mas através do cinema do teatro das telenovelas em fim artes as quais nos trazem reações humanas , artes que fazem analisarmos a nos mesmo e nossas próprias reações que muitas vezes são parecidas com o livro que lemos com a novela com o filme que vimos, é por isso que é sempre importante termos tempo para se auto analisar mas para isso você precisa abrir o seu mundo e deixar entrar todo o ensinamento que ele pode te trazer, abra sua mente e aprenda a observar aprenda a compreender as reações humanas.
Como dizia na filosofia de Heráclito:
“Despertados, eles dormem”. Estamos adormecidos, apesar de despertos, pois diante da
realidade tão complexa, mal percebemos o que se passa ao nosso redor.
O câncer do relacionamento humano é a necessidade de compreender a nos mesmos, não só analisar o outro mas sim se auto-examinar, pois o mundo esta cada vez mais difícil de se obter compreensão sobre as coisas que vem acontecendo.



5º Buraco negro: A INCERTEZA
A educação vem trazendo  muitas certezas através de varias matérias disciplinares, mas o que não podemos deixar de lado é a incerteza o inesperado , quanto mais enxergamos que nada é certo nessa vida mais somos seres corajosos e conscientes, não podemos ser fracos de achar que tudo é eterno e que nada acontecerá conosco temos de ser corajosos pra  enxergar melhor como devemos agir e pensar, e isso em relação a tudo como no convívio humano por exemplo: Não devemos nos acostumar com tudo o que vemos pois isso nos torna cegos, quanto mais enxergamos que amanhã pode acontecer um imprevisto mais saberemos viver nossos dias sabendo exatamente que temos que dar valor a tudo pois nunca se sabe o dia de amanhã.

6º Buraco negro: A CONDIÇÃO PLANETARIA
Necessita-se de uma consciência planetária na sociedade, está se dando mais importância da taxa de natalidade nos países do que na proporção do perigos nucleares nos países, a importância habitacional esquece dos problemas ecológicos da importância das matas,
É necessário ensinar que não é só realçar esse fato e abrir os olhos e se mexer, é necessário uma urgência em colocar de uma vez por todas na consciência o PORQUE é importante se mexer, o PORQUE é sempre mais entendido do que só informar o que é pra fazer, é importante estimular saber as consequências disso tudo, O FIM DA HUMANIDADE, sabendo as consequências disso tudo obteremos mais resultados sobre esse ponto de aprendizagem muitas vezes esquecida.

7º Buraco negro:  A ANTROPO-ÉTICA
“OS PROBLEMAS DA MORAL E DA ÉTICA DIFEREM A DEPENDER DA CULTURA E DA NATUREZA-HUMANA.”
A antropo-ética é interligada em uma trindade tais como aspectos: individuais, sociais e genéticos.
Dentro de tudo isso cabe a nós mesmo ter o auto desenvolvimento ético e moral.
O sentido da Antropo-ética é através da democracia.




Conclusão de Edgar Morin
Que esses 7 aspectos importantes muitas vezes esquecidos na disciplina poderiam sim formar jovens ainda mais qualificados em termos de consciência sociológica preparando-lhes pra enfrentar ainda mais a realidade do mundo la fora e talvez prepara-los ainda mais a entender e como enfrentar os problemas sociais em geral da sociedade.

 "E hoje que o planeta já está, ao mesmo tempo, unido e fragmentado, começa a se 
desenvolver uma ética do gênero humano, para que possamos superar esse estado de caos e 
começar, talvez, a civilizar a terra. "